+55 (45) 99984-7611 contato@farmin.com.br
13 de Maio – Dia do Zootecnista – Parabéns

13 de Maio – Dia do Zootecnista – Parabéns

Esta data é uma homenagem ao profissional que se dedica em estudar e pesquisar métodos de potencialização da produção animal e vegetal com qualidade, sem prejudicar o meio ambiente, o bem-estar dos animais e a satisfação dos consumidores finais.

O Dia do Zootecnista é comemorado em 13 de maio em homenagem a data da primeira aula do curso de Zootecnia ministrado no Brasil: 13 de maio de 1966, no estado do Rio Grande do Sul.

Oficialmente, a profissão de zootecnista só passou a ser regularizada no país a partir do decreto de lei nº 5.550, de 4 de dezembro de 1968.

A Zootecnia é, literalmente, a “arte do animal” (palavra formada a partir dos radicais gregos zoon, que significa “animal”, e techne, que quer dizer “técnica” ou “arte”.

Profissional dedicado em solucionar as crises da produção animal e de alimentos, sempre pensando no equilíbrio do ecossistema… Esta é a missão principal de um excelente zootecnista! Obrigado pelo seu trabalho! Feliz Dia do Zootecnista!

Fonte: Calendarr

FARMIN – SEBRAE Traction 2017 – Curitiba PR

FARMIN – SEBRAE Traction 2017 – Curitiba PR

Farmin selecionada para programa de tração de Startups do SEBRAE-PR

Com o aumento da competitividade e o surgimento exponencial de empresas com base tecnológica, é imprescindível a busca constante por melhorias no seu modelo de negócios, comportamentais e revisão de seus verdadeiros objetivos.

A Farmin iniciou, nesta última sexta-feira 09/10, um programa focado em tracionar empresas organizado pelo SEBRAE-PR, um programa unificado pelo movimento StartupPR, que diga-se de passagem, está com um nível muito alto! Mas acima de tudo, queremos agradecer a ótima recepção neste primeiro final de semana, o conteúdo foi excelente e o network com as empresas não poderia ser diferente, estamos ansiosos para os próximos encontros. Com certeza, iremos abraçar esta oportunidade de crescimento e absorver todo o aprendizado para melhorar cada vez mais como empresa e também como pessoas.

Serão 04 etapas até o final de 2017 com o intuito de alinhar todas as estratégias de tração, os canais a serem utilizados e definir um plano de tração consistente para a startup.

Parabéns ao SEBRAE PR pela iniciativa.

Show me the action!

Equipe Farmin

Caprinos – Por que criar?

Caprinos – Por que criar?

Por que criar Caprinos?

Criar caprinos apresenta um suficiente desenvolvimento. Há mercado para os produtos de caprinos, tanto de laticínios (leite, queijo, iogurte, etc.), quando de carnes e pele; podem ser criados tanto em grandes como em pequenas propriedades, adotando-se, em cada caso, um regime específico de criação. Além disso, apresentam um acelerado crescimento do rebanho em função de partis múltiplos e curto período de gestação (5 meses).

O que é necessário para iniciar uma uma criação com chance de sucesso?

Basta ter uma área disponível para a instalação da caprinocultura, adquirir animais de boa procedência para garantir suporte forrageiro, ter água de boa qualidade, possuir instalações funcionais e o mais importante: manter-se sempre bem informado sobre o manejo e as condições adequadas.

Qual o melhor tipo de instalação para criação?

O tipo de instalação vai depender da criação e da função da exploração. Pode -se recomendar desde apriscos suspenso, em alvenaria e madeira, a chiqueiros de chão batidos, desde que essas instalações estejam em consonância com as condições locais e o objetivo da criação. O mais importante é que sejam funcionais e permitam uma boa relação custo/benefício no investimento de sua construção (leia-se custo/vida útil). Na funcionalidade devem estar implícitos a higiene e o manejo sanitário (os caprinos são “rústicos”, mas depois que adoecem sua recuperação é onerosa ou difícil).

Qual a alimentação mais adequada para os caprinos?

O caprino é bastante seletivo e tem preferência mais por forrageiras de folhagem (80% na dieta) do que por gramínias. No seu hábito alimentar, as arbustivas são preferidas às herbáceas. Em regime intensivo, no entanto, gramínia picada verde, em forma de silagem ou feno pode representar uma proporção bem maior na dieta. Em explorações leiteiras, rações concentrações comerciais ou formuladas na fazenda são indispensáveis e o sal mineral deve ser garantido, em qualquer objetivo.

Quais as melhores raças?

A melhor raça é aquela que se adapta às condições climáticas da região onde se pretender criar. Dentre as raças existentes podemos citar:

Para produção de leite: Saanen, Toggemburg, Parda Alpina, Murciana, entre outras; em regiões semi-áridas pode-se optar pela mestiçagem destas raça. Para produção de carne e leite: Anglo-nubiana. Para produção de carne: Boer. Para produção de pele: Moxotó, Canindé, entre outras.

Qual a produção média dos caprinos?

Nas raças leiteiras, a produção média de leite é de 1.5 kg de leite/dia/animal, havendo casos de produção médias entre 3 e 4 kg de leite/dia/animal; já nas raças de corte, a produção média é de 12 kg de carcaça por animal até 1 ano de idade.

21/07/2003 – Revista O Berro nº 55

Gestão

Para conseguir o máximo resultado econômico com caprinos, você deve escolher um bom sistema de gestão, que auxilie e deixe mais simples seu dia a dia. Clique aqui e conheça uma ótima opção.

]]>