+55 (45) 99984-7611 contato@farmin.com.br
Dicas para transportar caprinos corretamente

Dicas para transportar caprinos corretamente

Nesse post vamos apresentar algumas dicas importantes para quem precisa transportar seus caprinos, leia  e descubra como transportar seus caprinos corretamente e em segurança.

1. Os animais devem ser manuseados cuidadosamente e em silêncio. Aprenda como lidar individualmente com com animais para que você não corra o risco de machucá-los ou quebrar suas pernas ou chifres.

2. Para transportar corretamente seus caprinos, evite persegui-los, bater e empurrá-los, e não agrupe-os em lugares pequenos e apertados. Ao carregá-los, se você não tiver uma rampa, pegue os animais com cuidado. Se você trabalhar bem com seus animais, eles se tornarão mansos e gerenciáveis.

3. Não coloque muitos animais em um mesmo veículo. Você pode machucar seus animais – quebrando ossos e machucando. Além disso, não coloque diferentes tipos ou tamanhos de animais no mesmo compartimento.

4. Os animais devem ser capazes de se levantar e respirar sem problemas e facilmente durante o transporte.

5. A área de carga do veículo deve ter material antiderrapante para impedir que os animais se desloquem no esterco.

“Não esqueça de registrar a entrada ou saída de seus animais no Farmin, o aplicativo que está revolucionando a maneira de fazer a gestão do rebanho.” Clique aqui para instalar gratuitamente o aplicativo

6. Dirija com cuidado ao transportar os animais, especialmente em curvas ou subidas e nunca freie repentinamente, porque os animais se moverão para a frente e esbarrarão um ao outro. Pare a cada poucos quilômetros para verificar se a carga ainda está bem.

7. Para transportar corretamente seus caprinos, o melhor momento é de manhã cedo ou no final da tarde, especialmente no verão. Se você tem que estacionar em algum lugar por um tempo, faça isso na sombra.

8. Ao pastorear animais a pé ou a cavalo ou ao trabalhar com eles em um espaço confinado, não se mova muito rápido, especialmente se houver cordeiros, bezerros ou animais prenhes no rebanho. Se você tiver que movê-los em uma distância longa, comece cedo na manhã de modo que você possa dar a eles descanso e água ao longo da percurso.

9. Não deixe que os animais estejam em locais molhados e enlameados – eles podem ter todo tipo de doenças lá, incluindo podridão nos pés. Quando terminar o transporte, certifique-se todos os animais têm uma boa quantidade de água antes de sair para pastar novamente.

Caprinos – Por que criar?

Caprinos – Por que criar?

Por que criar Caprinos?

Criar caprinos apresenta um suficiente desenvolvimento. Há mercado para os produtos de caprinos, tanto de laticínios (leite, queijo, iogurte, etc.), quando de carnes e pele; podem ser criados tanto em grandes como em pequenas propriedades, adotando-se, em cada caso, um regime específico de criação. Além disso, apresentam um acelerado crescimento do rebanho em função de partis múltiplos e curto período de gestação (5 meses).

O que é necessário para iniciar uma uma criação com chance de sucesso?

Basta ter uma área disponível para a instalação da caprinocultura, adquirir animais de boa procedência para garantir suporte forrageiro, ter água de boa qualidade, possuir instalações funcionais e o mais importante: manter-se sempre bem informado sobre o manejo e as condições adequadas.

Qual o melhor tipo de instalação para criação?

O tipo de instalação vai depender da criação e da função da exploração. Pode -se recomendar desde apriscos suspenso, em alvenaria e madeira, a chiqueiros de chão batidos, desde que essas instalações estejam em consonância com as condições locais e o objetivo da criação. O mais importante é que sejam funcionais e permitam uma boa relação custo/benefício no investimento de sua construção (leia-se custo/vida útil). Na funcionalidade devem estar implícitos a higiene e o manejo sanitário (os caprinos são “rústicos”, mas depois que adoecem sua recuperação é onerosa ou difícil).

Qual a alimentação mais adequada para os caprinos?

O caprino é bastante seletivo e tem preferência mais por forrageiras de folhagem (80% na dieta) do que por gramínias. No seu hábito alimentar, as arbustivas são preferidas às herbáceas. Em regime intensivo, no entanto, gramínia picada verde, em forma de silagem ou feno pode representar uma proporção bem maior na dieta. Em explorações leiteiras, rações concentrações comerciais ou formuladas na fazenda são indispensáveis e o sal mineral deve ser garantido, em qualquer objetivo.

Quais as melhores raças?

A melhor raça é aquela que se adapta às condições climáticas da região onde se pretender criar. Dentre as raças existentes podemos citar:

Para produção de leite: Saanen, Toggemburg, Parda Alpina, Murciana, entre outras; em regiões semi-áridas pode-se optar pela mestiçagem destas raça. Para produção de carne e leite: Anglo-nubiana. Para produção de carne: Boer. Para produção de pele: Moxotó, Canindé, entre outras.

Qual a produção média dos caprinos?

Nas raças leiteiras, a produção média de leite é de 1.5 kg de leite/dia/animal, havendo casos de produção médias entre 3 e 4 kg de leite/dia/animal; já nas raças de corte, a produção média é de 12 kg de carcaça por animal até 1 ano de idade.

21/07/2003 – Revista O Berro nº 55

Gestão

Para conseguir o máximo resultado econômico com caprinos, você deve escolher um bom sistema de gestão, que auxilie e deixe mais simples seu dia a dia. Clique aqui e conheça uma ótima opção.

]]>

Software para gestão pecuária na nuvem

Software para gestão pecuária na nuvem

Software para gestão pecuária na nuvem – 4 boas razões para você escolher um.

 

O software para gestão pecuária do seu rebanho deve atender suas necessidades hoje, mas também em um futuro próximo. Você investirá seu tempo e recursos financeiros para implantar o melhor sistema de gestão pecuária de corte para seu negócio crescer, portanto, não pode errar na tecnologia.

Software de gestão para pecuária de corte são soluções que tradicionalmente são ofertadas da seguinte forma:

  • Empresa compra a licença;
  • Software é instalado localmente;
  • Manutenção e upgrades são realizados pela equipe de TI da empresa.

Abaixo, listamos algumas das razões pelas quais sua empresa deveria optar por um sistema na nuvem.

1 – Redução de custos

Um software para gestão de pecuária de corte, seja para bovinos, ovinos ou caprinos de corte baseado em cloud computing (nuvem) prevê um custo menor tanto no período dos primeiros usos, quanto em longo prazo. Em vez de ter que comprar a licença do software e arcar com investimentos em hardwares específicos, como servidores ou novos computadores, você vai pagar uma taxa mensal ou anual (modelo de software como um serviço ou SaaS) para o provedor deste serviço e ele fica encarregado dessas tarefas.

2 – Escalabilidade

Um sistema web na nuvem se adapta ao desenvolvimento e mudanças que ocorrem na sua propriedade naturalmente. Ao adquirir ou arrendar uma nova propriedade, filial ou escritório, a implementação ocorre de maneira quase que orgânica e muito mais ágil, pois em vez de recorrer a instalações das máquinas e migração de dados legados, você já terá todo o sistema pronto para ser acessado de qualquer um desses pontos. É um sistema de gestão para pecuária de corte que acompanha o seu desenvolvimento.

3 – Mobilidade

A mobilidade não é uma tendência, mas sim uma realidade ou até mesmo uma necessidade nos dias de hoje. Ao utilizar um software para gestão pecuária de corte na nuvem, você pode ter acesso de maneira rápida e fácil, de qualquer dispositivo com acesso à internet, aos seus dados e realizar a gestão remota de maneira muito mais simples do que outrora. Você pode, por exemplo, atualizar os dados de seu rebanho em tempo real, de qualquer lugar que você esteja, e o melhor, analisar os indicadores e índices zootécnicos e econômicos praticamente na hora em que as movimentações acontecem.

4 – Segurança

Apesar de algumas pessoas ficarem com receio de migrar para a computação na nuvem exatamente por conta da segurança dos dados, o que ocorre na verdade é que seus dados estão mais seguros na nuvem. Isso porque existem padrões internacionais que devem ser seguidos, como criptografia avançada, ISO, SSL e alguns outros, que garantem a segurança e sigilo informações. Outro ponto relevante, é que se um hardware é roubado, perdido, pega vírus ou estraga, seus dados continuam seguros quando foram armazenados por meio do cloud computing. Um bom software para gestão pecuária em nuvem implementa esses critérios de segurança.

Por fim, um dos principais pontos que mantém o alto nível de segurança em cloud computing é o backup. No modelo tradicional e ultrapassado, podem levar horas até que um backup seja finalizado e geralmente você mesmo tem que fazer isso, o que gasta tempo. Já quando falamos de sistemas online, o backup ocorre de maneira quase imperceptível e automática, por meio do espelhamento de servidores — caso algo seja perdido, é possível recorrer a outras cópias criptografadas, sem a necessidade de depender de discos físicos, por exemplo.

Um sistema de gestão de rebanho online oferece acesso de qualquer lugar, a qualquer hora  basta uma conexão com a internet.

Gestão Pecuária é com o Farmin

Como todos os empreendimentos, uma correta gestão é peça fundamental para atingir a lucratividade desejada. Para isso, é muito importante escolher um software de gestão para pecuária especialista, que apoie e simplifique a gestão do rebanho de corte. Clique abaixo e conheça uma ótima opção.